Mais um pouquinho de Lasar Segall

segall2escrevi aqui sobre o Museu Lasar Segall, mas como estou sempre por ali na Vila Mariana, fui de novo! Agora a exposição também era sobre Lasar Segall e também suas viagens e a mudança para o Brasil. Como havia dito no outro texto, os Klabin estão em todas e claro, Jenny Klabin, esposa de Segall, aparece nesta expo. Eis que um texto explica tudo. Jenny Klabin era uma jovem aluna das aulas de desenho de Segall. E depois de alguns anos, se reencontraram e se apaixonaram. Muita amor!
A expo é pequena, mas traz um pouco mais de detalhes sobre a vida do artista e suas intimidades. Há também alguns pertences e móveis dele e da sua família, o que nos leva a imaginar como era sua vida pelo bairro e com Jenny.

segall1

A outra expo é do fotógrafo Facundo de Zuviría, um argentino que registra imagens de portas e janelas de Buenos Aires. Para eu que amo portas e janelas, e as de Buenos Aires são interessantíssimas, foi surpreendente. Todas as imagens são em preto e branco e mostram uma cidade que já teve seu glamour e agora com a maioria de suas “tiendas” fechadas e com suas fachadas grafitadas. Uma pena, mas interessante. Deu saudade de Buenos Aires!

facundo

Museu Lasar Segall
Idas e vindas | Segal e o Brasil – até 04 de julho de 2016.
Frontalismo | Facundo de Zuviría – até 07 de março de 2016.
R. Berta, 111 – Vila Mariana, São Paulo – SP.
Entrada gratuita.

Uma tarde na Vila Mariana…

Gosto de lugares acessíveis, daqueles que você entra, fica à vontade, ninguém fica perguntando onde vai ou lendo as regras para você. Se for de graça também é bom.
E existem 4 lugares na Vila Mariana, ali, descendo no metrô Santa Cruz, que são assim:

Casa Modernista, clique nas imagens para ampliá-las.

Casa Modernista (1)na Rua Santa Cruz, de arquitetura simples, projetada por Gregori Warchavchik, para ele mesmo. Foi considerada a primeira casa modernista do Brasil. Fica dentro do Parque Modernista e com um belo jardim ao redor, projetado por Mina Klabin. Imaginar o que ele viveu ali dentro é a melhor parte da visita.

Exposição Mário de Andrade e seus dois pintores

Na Rua Berta, o Museu Lasar Segall (2), foi moradia e ateliê deste artista. Idealizado como museu, pela viúva Jenny Klabin Segall, foi reaberto ao público em setembro e possui um café, biblioteca e vários cursos. A casa também foi projetada por Gregori Warchavchik, que já que ele estava por ali, resolveu fazer alguns projetos pelo bairro.

Ainda na Rua Berta, há diversas casinhas germinadas e modernistas. Também projetadas por ele e construídas pela família Klabin, que como podem ver, também estavam pelo bairro.
v.mariana1Em uma das casinhas está o Lab de Garagem (3). Ótimo para quem se interessa por tecnologia e precisa de ajuda para construir seus projetos independentes. Eles estão lá para auxiliar e também vender todos os equipamentos que precisar. Também tem workshops como, o de Arduino e de impressora 3D, que eu fiz há um tempinho. Os caras são muito simpáticos e dispostos a sanar todas as dúvidas.

E por fim, para desestressar, visite o Instituto Luz (4), na mesma rua. Todas as sexta-feiras, das 14hs às 17h, você pode levar 1 pacotinho de café ou leite em pó e receber aplicação de Reiki gratuitamente. É gratificante!

E depois de todo esse passeio eclético, espero que você tenha gostado e se identificado com algum. Pegue o mapa e visite, vale a pena!
stacruz